Voltar para a Home Page

Balão Intragástrico

Saúde e bem estar é o desejo de todos, porém poucos conseguem alcançar este tão sonhado objetivo. Porém quando este tão sonhado objetivo envolve a saúde, a necessidade é ainda maior. Atualmente estamos vivendo em uma sociedade cada vez mais preocupada com o emagrecimento saudável e o balão intragástrico surgiu para ajudar aquele que procura emagrecer com saúde possibilitando uma qualidade de vida melhor sem restrição nas atividades diárias.

BALÃO INTRAGÁSTRICO
Trata-se de uma prótese produzida em silicone grau médico, preenchida com soro fisiológico e azul de metileno estéril, nos volumes de 400 a 700ml.

Sua colocação é realizada através de uma endoscopia digestiva (mesmo procedimento utilizado em exames para a detecção de problemas de estômago como úlcera e gastrite), ou seja, não há cortes.

O balão intragástrico é uma alternativa não-cirúrgica para o tratamento da obesidade, um dispositivo seguro e eficaz para a redução de peso.

O procedimento de colocação e retirada do balão intragástrico é minimamente invasivo, ou seja, sem corte. A internação necessária de meio dia em hospital, permite que o paciente continue com as atividades normais do dia-a-dia, inclusive com atividades físicas.

O prazo máximo de permanência do balão dentro do estômago é de seis meses. Após o tratamento de seis meses, caso o paciente queira colocar outro balão, pode ser necessário um período de resguardo - definido pelo médico – para colocar outro.

INDICAÇÕES
A indicação de qualquer tratamento de saúde só pode ser realizada por médicos.
Pacientes com sobrepeso, com IMC (índice de massa corporal) a partir de 27.
Pacientes com obesidade e doenças associadas.
Pacientes com obesidade mórbida (IMC > 40), que apresentam contraindicações cirúrgicas ou que tenham como objetivo um método de emagrecimento não cirúrgico;
P6acientes super obesos, como preparação para uma técnica cirúrgica de redução de peso.

CONTRA-INDICAÇÕES
Contra-indicações relativas do Tratamento com Balão Intragástrico
Dependência de álcool ou drogas
Úlcera gástrica ou duodenal em fase ativa
Uso crônico de anticoagulantes sem possibilidade de interrupção Doenças do colágeno
Doença inflamatória intestinal em atividade (Crohn, RCUI)
Hérnia hiatal > que 5cm
Idade avançada > 70 anos
Gravidez ou mulheres em período de amamentação

Contra Indicações Absolutas do Tratamento
Doenças da transição gástrica potencialmente hemorrágicas
Esofagite grau III ou mais
Uso crônico de AINES
Cirrose Hepática
Insuficiência Renal Crônica
Dependencia
Cirurgia prévia de hérnia hiatal, válvula antirefluxo, gastroplastias redutoras
Qualquer cirurgia gástrica prévia.

ORIENTAÇÕES SOBRE O PROCEDIMENTO

A colocação de Balão Intragástrico é eficiente para a perda e manutenção de peso, já que, ocupando um espaço no estômago, provoca uma sensação de saciedade precoce. Assim, a pessoa come bem menos e se sente satisfeita mais rapidamente.

Para o sucesso do tratamento com o balão intragástrico, é imprescindível o acompanhamento do paciente por uma equipe multidisciplinar, através de um nutricionista, atividade física e apoio psicológico, quando necessário.

Nas primeiras 72 horas após a colocação do balão intragástrico é comum que se sinta enjoo e desconforto abdominal. Isso acontece porque o organismo precisa se adaptar à presença do balão. Após esse período de adaptação, o usuário não deve sentir desconforto e pode prosseguir normalmente com as atividades do dia-a-dia, inclusive exercícios físicos, indicados pelo médico.

Além disso, é necessário controlar a acidez do estômago durante o tratamento, com medicação específica indicada pelo médico que acompanha o tratamento.

Embora seja extremamente rara, mas existe a possibilidade, qualquer vazamento é facilmente detectado pela presença do azul de metileno na urina do paciente. É bom destacar que o soro fisiológico e o azul de metileno que servem como preenchimento do balão não causa danos à saúde. Caso haja o vazamento, deve-se procurar o médico que realizou o procedimento para que seja feita a retirada do balão em até 24 horas.

EQUIPE MULTIDISCIPLINAR

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL
O suporte nutricional é indispensável para que o procedimento seja eficaz e com esta finalidade, o comportamento alimentar dos pacientes será monitorado gradativamente, de forma que aconteça a perda de peso de forma saudável e eficaz.

O acompanhamento nutricional será fundamental para a reeducação alimentar, visando a aquisição de bons hábitos alimentares na promoção da qualidade de vida.

ORIENTAÇÃO FÍSICA
A atividade física é um instrumento fundamental para redução do peso e gordura corporal. Reduzir peso é a nossa meta. Emagrecer com saúde é o nosso objetivo.

O exercício físico associado com a reeducação alimentar é o principal mecanismo de controle e redução do peso e gordura corporal.

A atividade física realizada de forma sistemática promove alterações significativas no organismo sendo que, estas alterações proporcionam a melhora da saúde cardiovascular, redução dos níveis de colesterol e glicemia, auxilia na melhora da qualidade do sono, aumenta os níveis de força muscular, reduz a pressão arterial, melhora a imagem corporal e proporciona um aumento no gasto calórico diário.

Para termos como exemplo, se fizermos 30 minutos de atividade física por dia, seja ela de uma só vez ou dividida em 3 vezes de 10 minutos, teremos uma redução de 70% de acometimentos relacionados a qualquer tipo de doença cardiovascular (infarto, AVC e outras).

A escolha da atividade deverá respeitar as preferências de quem irá praticá-la. Ou seja, se um indivíduo gosta de caminhada, é interessante que ele se dedique a esta atividade e se prefere andar de bicicleta, dança, hidroginástica, o conceito será o mesmo.

Existem atividades que envolvem habilidades específicas e para termos aderência ao programa de atividade física, é importante iniciarmos de forma gradual e com atividades mais leves.

Quais são os cuidados necessários para quem colocou Balão Intragástrico?
É necessário que haja um acompanhamento multidisciplinar do paciente que passou pela colocação de Balão Intragástrico. A equipe médica que determinará a frequência desse acompanhamento. Além disso, é necessário controlar a acidez do estômago durante o tratamento, com medicação específica indicada pelo médico que acompanha o tratamento.
Embora seja extremamente rara, mas existe a possibilidade, qualquer vazamento é facilmente detectado pela presença do azul de metileno na urina do paciente. É bom destacar que o soro fisiológico e o azul de metileno que servem como preenchimento do balão não causa danos à saúde. Caso haja o vazamento, deve-se procurar o médico que realizou o procedimento para que seja feita a retirada do balão em até 24 horas.

Nas primeiras 72 horas após a colocação do balão intragástrico é comum que se sinta enjoo e desconforto abdominal. Isso acontece porque o organismo precisa se adaptar à presença do balão. Após esse período de adaptação, o usuário não deve sentir desconforto e pode prosseguir normalmente com as atividades do dia-a-dia, inclusive exercícios físicos, indicados pelo médico.

Quais são os resultados esperados para quem colocou o Balão Intragástrico? Existem efeitos colaterais?
A colocação de Balão Intragástrico é eficiente para a perda e manutenção de peso, já que, ocupando um espaço no estômago, provoca uma sensação de saciedade precoce. Assim, a pessoa come bem menos e se sente satisfeita mais rapidamente.
Nunca foi registrado nenhum caso em que o balão tenha se rompido dentro do estômago de um paciente. Após a colocação do Balão Intragástrico, em alguns casos pode-se sentir o balão no estômago, mas depois de um curto período de tempo o paciente acostuma-se com a sensação, não tendo mais desconforto.
O Balão Intragástrico, cuja colocação envolve um procedimento sem corte com internação necessária de meio dia em hospital, permite que o paciente continue com as atividades normais do dia-a-dia, inclusive com atividades físicas.

Depois da retirada do balão, a pessoa volta a engordar?
A manutenção do peso, independente do método que se escolha para o emagrecimento, depende de disciplina. O ideal é que, durante os meses de tratamento com o balão intragástrico, a pessoa siga orientações de profissionais (Endocrinologistas, Nutrólogos, Nutricionistas) para uma reeducação alimentar e adquira hábitos mais saudáveis de alimentação, bem como atividades físicas, pois é isso que vai garantir a manutenção do peso depois da retirada do balão.

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL

O suporte nutricional é indispensável para que o procedimento seja eficaz e com esta finalidade, o comportamento alimentar dos pacientes será monitorado gradativamente, de forma que aconteça a perda de peso e seja evitada a depleção de vitaminas, minerais e proteínas.
A nutricionista irá orientar a evolução progressiva dos alimentos conforme suas composições e consistências, ajudando com o planejamento da refeição e atento ás possíveis deficiências.
A orientação nutricional do procedimento se constituirá em etapas, previamente estabelecida pela nutricionista, que devem ser rigorosamente seguidas para melhor adaptação ao balão e perda de peso.
As consultas devem ser agendadas antecipadamente, para que possa ser realizada programação adequada da dieta, sendo de extrema importância o acompanhamento regular com a profissional para a evolução do procedimento. Para eficácia no tratamento é indispensável o comprometimento pessoal do paciente.
O acompanhamento nutricional será fundamental para a reeducação alimentar, visando a aquisição de bons hábitos alimentares na promoção da qualidade de vida.

ORIENTAÇÃO FÍSICA

Qual a razão de fazer atividade física?
A atividade física é um instrumento fundamental para redução do peso e gordura corporal. Reduzir peso é a nossa meta. Emagrecer com saúde é o nosso objetivo.

A atividade física auxilia na perda de peso?

Sem dúvida. O exercício físico associado com a reeducação alimentar é o principal mecanismo de controle e redução do peso e gordura corporal.
Há o aumento do tônus muscular, melhora da saúde do coração e proporciona o aumento do gasto calórico em função do aumento dos níveis de massa muscular. Ou seja, perder peso está diretamente associado a realização de atividade física.

Quais os benefícios da atividade física?

A atividade física realizada de forma sistemática promove alterações significativas no organismo sendo que, estas alterações proporcionam a melhora da saúde cardiovascular, redução dos níveis de colesterol e glicemia, auxilia na melhora da qualidade do sono, aumenta os níveis de força muscular, reduz a pressão arterial, melhora a imagem corporal e proporciona um aumento no gasto calórico diário.
Para termos como exemplo, se fizermos 30 minutos de atividade física por dia, seja ela de uma só vez ou dividida em 3 vezes de 10 minutos, teremos uma redução de 70% de acometimentos relacionados a qualquer tipo de doença cardiovascular (infarto, AVC e outras).

O que é melhor: Atividade física supervisionada por um profissional ou fazer voluntariamente?

Há evidências na literatura que a atividade física supervisionada por um profissional específico proporciona ganhos mais elevados e atinge os objetivos propostos de forma mais rápida e eficiente. Além disso, os riscos são extremamente reduzidos quando somos acompanhados por um profissional.

Há algum tipo de atividade que não seja recomendado?

Não. A escolha da atividade a ser feita leva em consideração os seguintes aspectos:
- Preferência pessoal: a escolha da atividade deverá respeitar as preferências de quem irá praticá-la. Ou seja, se um indivíduo gosta de caminhada, é interessante que ele se dedique a esta atividade e se prefere andar de bicicleta, dança, hidroginástica, o conceito será o mesmo.
- Aptidão física: existem atividades que envolvem habilidades específicas e para termos aderência ao programa de atividade física, é importante iniciarmos de forma gradual e com atividades mais leves.
- Riscos: alguns tipos de exercícios podem associar-se a alguns tipos de lesão em função da pré – disposição do indivíduo.